Navalha de Ockham

Navalha de Ockham

Expressão que designa o princípio de economia de pensamento formulado pelo filósofo medieval franciscano William Ockham (1290 – 1349), segundo o qual “não devemos multiplicar as entidades não necessárias”.

Este princípio conduz ao nominalismo, ou seja, à ideia de que não se deve supôr que o significado das palavras remete para o das essências ou para o dos universais existentes no exterior da linguagem; conduz também ao Positivismo conforme o Círculo de Viena, e a uma crítica feroz da metafísica.

Editado por (OBraga)

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License