Mau Uso Da Retórica

O risco de usar a retórica para manipular e enganar é real. Por exemplo, durante o século XX, Estaline e Hitler, entre outros, usaram-na para poder alcançar o poder e perpetuar-se nele.
Platão já denunciava o risco do mau uso da retórica.

Por sua vez, Michel Meyer, afirma que a retórica:

«Só é manipuladora e enganadora para aqueles que tomam os argumentos à letra, a sedução por verdade, Don Juan por um homem sincero, Hitler por um pacifista, a credulidade em vez de credibilidade. Se tal não se verificar, a retórica não permite o engano, uma vez que o seu auditório consegue perceber o fim cujo meio é a utilização retórica (…). Em suma, a retórica apenas armadilha aqueles que a querem ignorar, aqueles que pretendem não saber ou, pior ainda, aqueles que realmente não sabem mas julgam saber e são felizes assim, por comodidade, por arrogância ou por estupidez. O seu sentido crítico só se exerce já contra aqueles que ainda têm espírito crítico.»

in, MEYER, Michel, Questões de Retórica: linguagem, razão e sedução, Lisboa, Edições 70, 1998

Ver manipulação.

editado por Alda Martins —- para desambiguação clique em debater no menu em rodapé

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License