em si

Em si

Expressão que remonta a Platão e a Aristóteles, e que designa uma parte da realidade que existe absolutamente e independentemente do conhecimento que tenhamos dela.1

Para Platão, o “em si” é idêntico ao mundo das Ideias, onde podemos contemplar as puras essências que se escondem por detrás das aparências. Por exemplo, Platão admite que a “mesa em si” é uma “Ideia da mesa”.

Para Kant, o “em si” é o númeno que não é cognoscível de modo puramente intelectual.2

Para Hegel, o númeno de Kant não existe: “não há nada por detrás dos fenómenos”3; mas como o fenómeno é apenas um momento do devir dialéctico, o “em si” é concebido como a Ideia Absoluta que aparecerá no fim do devir – quer seja considerado como uma operação lógica, ou apreendido no desenrolar histórico.

Editado por (OBraga)

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License