Dedução

Chama-se dedução ao tipo de argumento em que se as premissas tiverem valor lógico de verdade, isto é, se estão de acordo com a realidade, a conclusão é necessariamente verdadeira.

Exemplo:

«Todos os homens são mortais. José é homem. Logo, José é mortal.»

É logicamente impossível não admitir que "José é mortal", se admitirmos como verdadeiras as proposições «Todos os homens são mortais» e «José é mortal».

editado por Alda Martins —- para desambiguação clique em debater no menu em rodapé


Aditamento por (OBraga)

  • No uso corrente, dedução designa que encadeamento lógico de factos e/ou de argumentos. Por exemplo, fala-se das “deduções” de um detective ou de um médico.
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License