Criterios Valorativos

Parâmetros que julgam as acções e permitem reconhecer o motivo pelo qual atribuímos um dado valor a determinado objecto, pessoa ou situação.

" Aquele que tiver uma errada concepção dos valores não conseguirá imprimir à vida o seu verdadeiro e justo sentido. (…) Pelo contrário, todo aquele que conhecer os verdadeiros valores e, acima de todos, os do bem, e que possuir uma clara consciência valorativa, não só realizará o sentido da vida em geral, como saberá ainda achar sempre a melhor decisão a tomar em todas as suas situações concretas. (…)
E não só no interesse de nós próprios - diga-se por último -, mas também no dos outros, que o conhecimento dos valores pode prestar relevantes serviços. Só conhecemos os homens quando conhecemos os critérios de valoração a que eles obedecem; é destes que dependem, em última análise, o seu carácter e o seu comportamento em face das situações da vida. Mas, precisamente, para podermos apreciar as valorações dos outros, é preciso possuirmos, antes de mais nada, um conhecimento profundo e largo dos nossos próprios valores e da sua escala.

HESSEN, Johannes, Filosofia dos Valores, Coimbra, Arménio Amado Editor

Editado por Alda Martins

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License