Cópula

Cópula

Termo de origem gramatical que designa o verbo ser nos juízos construídos ou construtíveis sobre o modelo atributivo — modelo cuja justificação filosófica foi feita por Aristóteles.

Por exemplo: “o automóvel está no parque” (sujeito + cópula + predicado).

Esta definição foi inicialmente estendida aos juízos que não apresentam o verbo ser: "o alecrim cheira bem = é bem cheirante". Esta extensão foi criticada por diversas razões: alguns lógicos estenderam a definição da cópula a todos os verbos, mesmo se dificilmente redutíveis ao verbo ser.

Editado por (OBraga)

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License