Ambivalência

Ambivalência

Não confundir ambivalência com ambiguidade.

Este termo pertence à literatura psicológica – “ambivalência dos sentimentos”, expressão que designa habitualmente os binómios amor-ódio, orgulho-timidez, etc. A psicanálise encerra frequentemente ambivalências mais concretas, em geral resultantes de recalcamento.

Em sentido neutro, podemos falar da ambivalência dos sonhos, na medida em que revelem quer o desejo quer o receio de um mesmo objecto; mas já não podemos falar de ambivalência de conceitos, os quais não traduzem directamente situações concretas e não podem, por isso, ser objecto de um juízo de valor, mesmo que este último não fosse moral mas apenas “clínico”.

Ver também equivalência.

Editado por (OBraga)

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License